CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DE ORIGEM ALEM NA AMRICA LATINA

Nilo Franck

Geral

// - :

No Primeiro Encontro das Comunidades de Lngua Alem na Amrica Latina, realizado em Montevidu, Uruguai, em 2003, proferimos uma palestra sobre o assunto, com o apoio de Pietro Sandri Poli, o idealizador da ideia CAAL. Passados nove anos, novas personagens ingressaram na relao e, principalmente, as pesquisas ampliaram consideravelmente o contingente de governantes de origem alem na Amrica Latina. Incluimos, tambm, os raros casos de Chefes de Governo (Primeiro Ministros) em nossos pases (Cuba e Peru), bem como, dos substitutos legais (Vice-Presidentes).

Assim, desejamos apresentar esta nova verso ampliada como uma homenagem pessoal ao Sr. Pietro Sandri Poli, na oportunidade em que a sua ideia alcanou a marca de 10 anos de realizao contnua. Tambm uma homenagem FAAG Federacin de las Asociaciones Argentinas Germanas pela organizao deste significativo dcimo Encontro, e, em especial ao seu Vice-Presidente Rudolf Hepe, que desde o primeiro Encontro de Montevidu est de maneira intensa e ativa envolvido de uma ou outra forma na realizao de todos os CAAL`s. Um dos grandes expoentes de nossas comunidades alemes e grande companheiro em levar adiante a ideia de Pietro Sandri Poli nesta primeira dcada.

Sabemos que inicialmente os imigrantes e seus descendentes no se envolveram na poltica nacional, iniciando aos poucos na poltica local, municipal e estadual/provincial. Se de um lado havia o desconhecimento do idioma oficial (espanhol ou portugus) que era um fator restritivo, de outro lado as elites polticas tradicionais geralmente temiam a ascendente concorrncia dos descendentes de lngua alem.

Este o grande objetivo do presente trabalho em demonstrar como os filhos, netos, portanto os descendentes dos imigrantes de lngua alem, muitas vezes at j com um ascendente no alemo, ao assumirem as posies de destaque na vida poltica de seus pases, provaram sua perfeita integrao no pas que acolheu os imigrantes. Isto tanto nos pases que receberam um grande fluxo de imigrantes de lngua alem, como nos pases com um nmero reduzido.

Encontramos Chefes de Estado na Amrica Latina orgulhosos de sua origem alem, outros no mantendo mais nenhuma relao com as suas comunidades de origem, alguns ainda dominando o idioma alemo, outros no, alguns chegaram ao poder via golpe militar, outros via democrtica, alguns exercendo um governo ditatorial, outros de forma democrtica e constitucional, a grande maioria honrando os seus mandatos, embora, felizmente em nmero reduzido, uns poucos tica - e moralmente no honrando os seus mandatos. Mas em forma geral, todos demonstrando a perfeita integrao na vida social como cidados de seus pases.

Na Amrica Latina predomina a forma republicana, mas existem dois pases (Brasil e Mxico) que em algum perodo adotaram a forma monrquica, com imperadores de origem alem e austraca. Estes, na concepo clssica no poderiam ser includos como imigrantes. Mas, tratando-se de Chefes de Estado de origem alem, foram includos no presente estudo.

Antes de iniciarmos o relacionamento dos nomes dos Chefes de Estado e de Governo de origem alem na Amrica Latina, a listagem dos pases obedece o critrio alfabtico, esclarecendo que a denominao de alemo no significa com exclusividade os originrios do territrio da Alemanha, mas tambm de todas demais regies europeias de lngua alem, notadamente da Austria e da Suia.

Ainda, para a devida cincia, cabe mencionar a diferena entre os sobrenomes usados no portugus e espanhol. Na tradio portuguesa, quando utilizado, o sobrenome materno antecede ao paterno, como tambm costume na lngua alem (quando usado). J a tradio espanhola indica o sobrenome paterno e aps o sobrenome materno.


ARGENTINA

A lista dos pases, em ordem alfabtica, inicia numa feliz coincidncia, com o pas anfitrio de nosso X CAAL. Iniciamos com Edelmiro Julin Farrell (1887-1980), general, origem paterna irlandesa e materna Catarina PLAUL, origem alem (avs eram alemes). Foi Vice-Presidente 15/10/1943-25/02/1944 e Presidente 25/02/1944-04/06/1946.

O Presidente do Senado Italo Argentino LUDER (1916-2008), advogado, de origem alem e italiana, no impedimento temporrio da Presidente Isabel Peron, exerceu a presidncia de 13/09/1975-17/10/1975.

Foi Vice-Presidente Carlos Frederico RUCKAUF (1944), advogado, no perodo de 08/07/1995-10/12/1999.

Presidente eleito Nstor Carlos KIRCHNER (1950-2010), advogado, de origem alem, suo-alem e croata, exerceu seu mandato de 25/05/2003-10/12/2007. No mantinha relaes com a comunidade argentino-alem, no dominando o idioma alemo.

Sua esposa Cristina Elisabet Fernandez de KIRCHNER (1953), tambm advogada, assumiu a presidncia em 10/12/2007, agora j no segundo mandato, pelo lado paterno de origem espanhola e materno, me Oflia Esther WILHELM, de origem alem. Geralmente considerado de origem alem pelo seu sobrenome de casada KIRCHNER, o que evidentemente no corresponde. Igualmente, como seu marido no domina o idioma alemo e nenhuma relao mantem com a comunidade argentino-alem.


BOLVIA

Conta com uma srie de presidentes de origem alem, iniciando com Germn BUSCH Becerra (1904-1939), tenente-coronel, filho de um mdico alemo e me boliviana, heri da Guerra do Chaco, assumindo a presidncia com um golpe militar, 13/07/1937-23/08/1939. Iniciou como presidente de fato, em 1938 convocou uma Assembleia Constituinte, que aprovou uma nova Constituio, notabilizada pelo seu carter social, e o elegeu presidente constitucional. Mas em 1939 se declarou ditador. Neste mesmo ano, conforme a verso oficial, cometeu suicdio no Palcio. Sua morte at hoje permanece um mistrio, no ficando claro se houve um assassinato ou suicdio (que no combina muito com sua personalidade).

Enrique HERTZOG Garaizabal (1896-1981), exerceu a presidncia 10/03/1947-22/10/1949.

Hugo BANZER Suarez (1926-2002), general, o mais conhecido dos presidentes de origem alem da Bolvia, exerceu o poder em dois perodos, 21/08/1971-21/07/1978, regime militar, e 06/08/1997-07/08/2001 como presidente constitucional. Sempre manifestou seu orgulho de sua origem alem paterna. Em razo de uma grave doena, no completou seu mandato, apresentando sua renncia.

Alberto Natusch BUSCH (1933-1994), coronel, pelo lado materno sobrinho de Germn BUSCH e pai de origem rabe, assumiu o poder com um golpe militar, permanecendo por duas semanas no cargo (01/11/1979-16/11/1979),e, num acordo poltico a deputada Lydia GUEILER Tejada (1921-2011) exerceu a presidncia por um curto mandato (16/11/1979-17/07/1980), derrubado por um golpe militar.

Em decorrncia da crise poltica assumiu a presidncia Carlos Diego Mesa GISBERT (1953), historiador, pelo lado materno de origem alem, no perodo de 17/10/2003-09/06/2005. Anteriormente foi Vice-Presidente de 06/08/2002-17/10/2003.


BRASIL

O elemento alemo esteve presente na monarquia brasileira (at 1889), dando-lhe uma situao peculiar, uma vez que, embora de origem alem-austraca, os monarcas no foram imigrantes no sentido restrito.

DOM PEDRO I (1798-1834), embora considerado portugus, teve antepassados alemes, pelos casamentos da dinastia dos Braganas com princesas alemes. Foi Regente do Reino do Brasil (22/04/1821-07/09/1824), Rei do Brasil (07/09/1824-12/10/1824) e Imperador (12/10/1824-07/04/1831). Sua esposa LEOPOLDINA VON HABSBURG (1797-1826), natural da Austria, foi indicada por Dom Pedro como Regente Interina, durante a sua viagem a So Paulo (13/08/1824-07/09/1824). Nesta condio de Regente Interina em exerccio, ao receber correspondncia das cortes de Lisboa, em reunio do Conselho de Estado por ela presidida, em 02/09/1824 declarou formalmente a separao do Brasil de Portugal, assumindo a condio de primeira Chefe de Estado feminina no continente.

DOM PEDRO II (1825-1891), filho da Arquiduquesa Leopoldina, com a renncia de seu pai tornou-se o segundo Imperador do Brasil (07/04/1831-15/11/1889) tendo sido declarado maior de idade aos 14 anos, em 18/07/1841. Sua filha a Princesa Herdeira DONA ISABEL (1846-1921) em trs oportunidades assumiu a Regncia do Imprio Brasileiro, em 25/05/1871-31/03/1872, em 26/03/1876-25/09/1877 e em 30/06/1887-22/03/1888.

No perodo republicano somente na segunda metade do sculo XX encontramos Chefes de Estado de origem alem. Augusto HAMANN RADEMACHER GRNEWALD (1905-1985), almirante, foi integrante e seu chefe da Junta Militar em 31/08/1969-30/10/1969, na condio de seu Presidente, bem como Vice-Presidente em 30/10/1969-15/03/1974, assumindo interinamente a presidncia.

O mais conhecido e destacado teuto-brasileiro como Presidente da Repblica foi Ernesto GEISEL (1907-1996) general, com mandato de 15/03/1974-15/03/1979. Era filho de imigrante alemo e me teuto-brasileira, de religio luterana. No livro de registro da igreja luterana seu nome est grafado na forma alem de Ernst.

Fernando COLLOR de Melo (1949), economista, Presidente de 15/03/1990-02/10/1992, tornou-se conhecido por ter sofrido o impedimento por corrupo pelo Congresso Nacional. De parte materna neto de um teuto-brasileiro de nome Collor, forma aportuguesada de KOLLER, adotado de seu padastro, pois tinha nascido como BOECKEL.

Seu sucessor foi Itamar Cautiero FRANCO (1930-2011), engenheiro, Vice-Presidente de 15/03/1990-02/10/1992, e Presidente de 02/10/1992-31/12/1994. Foi de origem alem, pois sua av paterna era da famlia STIEBLER.

Uma meno especial merece Juscelino KUBITSCHEK de Oliveira (1902-1976), mdico, Presidente de 31/01/1956-31/01/1961, clebre por ter sido o construtor da capital Braslia. Pelo lado materno descende de um imigrante oriundo da Bohemia e seria de origem checa (seu sobrenome seria uma germanizao do checo Kubicek), ressaltando-se que na Alemanha existem vrias famlias sudeto-alemes com o nome de Kubitschek, que permite a possibilidade de uma origem alem parcial do presidente brasileiro.

Marco Aurlio SPALL Maia (1965), torneiro mecnico, como Presidente da Cmara de Deputados (segundo na linha sucessria), assumiu por diversas vezes interinamente (2011-2012) a funo de Presidente da Repblica nas ausncias conjuntas do pas da presidente e do vice-presidente. Tem origem alem pelo lado materno.



CHILE

No Chile no ocorre constitucionalmente a eleio de um Vice-Presidente. Esta funo exercida pelo Ministro do Interior, cargo ocupado por diversos chilenos de origem alem, iniciando por Carlos FROEDDEN LORENZEN (1887-1976), almirante, que exerceu o cargo diversas vezes, 08/04/1927-23/05/1927, 06/08/1930-13/07/1931 e 23/07/1931-26/07/1931. Foi destacado integrante da sociedade chileno-alem.

Pouco antes, Pedro Pablo DARTNEL Encina (1873-1944), general, filho de irlands e av paterna alem LOTHER, foi Presidente por poucos dias (23/01/1925-27/01/1925) e posteriormente integrando uma junta, de 27/01/1925-20/03/1925.

Outro Vice-Presidente Vicente Merino BIELICH (1889-1977), vice-almirante, ocupou a funo de Presidente no perodo de 03/08/1946-13/08/1946.

Osvaldo KOCH KREFFT (1896-1963), advogado, foi Presidente em exerccio nos perodos de 04/07/1953-13/07/1953 e 03/08/1955-10/08/1955.

Ainda, Enrique KRAUSS Rusque (1932), advogado, foi Ministro do Interior de 11/03/1990-11/03/1994, perodo em que exerceu a presidncia interina por diversas vezes.

Eduardo FREI Montalva (1911-1982), advogado, foi Presidente em 03/11/1964-03/11/1970. Foi uma importante liderana poltica, filho de um imigrante austraco de origem sua. Seu filho Eduardo FREI Ruiz-Tagle (1942), engenheiro civil, exerceu a presidencia em 11/03/1994-11/03/2000.

Veronica Michelle BACHELET (1951), mdica, foi a primeira mulher que ocupou o cargo de Presidente do Chile (11/03/2006-11/03/2010). O nome claramente indica uma origem francesa. Entretanto, seu av paterno foi Alberto Bachelet BRANDT, com ascendncia suo-alem.


COLOMBIA

No incio do sculo passado Diego BEHENK, chamado de Gringo, governou o pas de 27/07/1909-04/08/1909.

O Presidente Alfonso Antonio Lzaro Lopez MICHELSEN (1913-2007), advogado, filho de ex-presidente e me de origem alem, exerceu a presidncia em 07/08/1974-07/08/1978.

J Ernesto SAMPER Pizzaro (1950), advogado e economista, de famlia colombiana-alem, em seu mandato de 07/08/1994-07/08/1998 tornou-se conhecido por possveis ligaes com traficantes de drogas, que o teriam apoiados na campanha eleitoral.


COSTA RICA

Embora a famlia paterna do Presidente Daniel ODUBER Quirs (1921-1991), advogado, mandato de 08/05/1974-08/05/1978, de linhagem francesa, o seu av Francisco Esteban Oduber KECKMAYER, com sua origem alem, havia estudado filosofia na Universidade de Berlin e qumica na Universidade de Gttingen.

O Presidente Jos Maria Figueres OLSEN (1954), engenheiro industrial, filho do legendrio Presidente Jos Figueres e de me norteamericana de origem alem/dinamarquesa, exerceu o mandato em 08/05/1994-08/05/1998.

O Vice-Presidente Rodrigo ALTMANN Ortiz, engenheiro e empresrio, mandato de 08/05/1978-08/05/1982, assumiu interinamente a presidncia, filho de Rodrigo ALTMANN Echeverra e Paulina Ortiz STRADTMANN.


CUBA

Sem significativa imigrao alem, to somente consta um Primeiro Ministro de origem alem scar B. GANS y Lopez Martinez (1903-1965), no perodo de 01/10/1951-10/03/1952.


EL SALVADOR

O Presidente Alfredo Cristini BURKHARD (1949), administrador e empresrio, filho de me de origem alem. Exerceu o cargo no perodo de 01/06/1989-01/06/1994.

O Vice-Presidente Carlos Quintanilla SCHMIDT, advogado, tambm descendente pelo lado materno da pequena, mas dinmica colnia alem do pas, esteve no cargo de 01/06/1999-01/06/2004.


EQUADOR

O Presidente Jorge Jamil Mahuad WITT (1949), advogado, filho de libans e me de origem alem, no concluiu seu mandato (10/08/1998-21/01/2000), destacou-se por seus esforos n a assinatura da paz com o Peru.


GUATEMALA

Este pas da Amrica Central, que contou com uma relativa grande colnia de alemes, caracteriza-se pelo nmero de Vice-Presidentes de origem alem. Inicia com Eduardo Rafael Cceres LENHOFF (?-1980), licenciado, com mandato de 01/07/1970-01/07/1974, seguindo com Francisco Villagrn KRAMER (1927-2011), advogado, de 01/07/1978-12/09/1980, renunciou, e Arturo HERBRUGER Asturias (1912-1999), advogado, de 18/06/1993-14/01/1996.

Como Presidente scar Jos Rafael BERGER Perdomo (1946), advogado, de origem belga/alem, mandato de 14/01/2004-14/01/2008. O seu Vice-Presidente foi Eduardo STEIN Barillas (1945), socilogo, tambm de origem alem.


HONDURAS

Ricardo Rodolfo Maduro JOEST (1946), economista e empresrio, exerceu a presidncia de 27/01/2002-27/01/2006. Nascido no Panam, filho de pai panamenho e me guatemalteca, naturalizada hondurenha, esta, filha de um imigrante alemo e hondurenha. Esta sua um tanto conturbada origem hondurenha, permitiu ao neto de alemo se eleger Presidente e Honduras.


MXICO

Por ocasio da invaso francesa (Napoleo III), foi proclamado o Segundo Imprio do Mxico, com o Imperador MAXIMILIANO I (1832-1867), da dinastia austraca dos Habsburgos. Reinou de 10/04/1864-15/08/1867. Com a retirada das tropas francesas, permaneceu Maximiliano com um nmero reduzido de soldados mexicanos leais. Derrotado pelos republicanos, foi preso e fuzilado em Quertaro, tendo, assim, o mesmo destino do primeiro Imperador Iturbide (Agustin I).

Embora extrapolando o enfoque de nossa palestra, queremos citar o fato de o Imperador Maximilano I, por no ter tido filhos, visando dar continuidade a uma dinastia mexicana, tratou de adotar como filhos e herdeiros descendentes de Iturbide, unindo as duas dinastias imperiais mexicanas. Os descendestes destes adotados so pretendentes a um terico trono mexicano, sendo o atual chefe desde 1946 Maximilano VON GTZEN Iturbide, nascido em 1944, que vive com sua famlia na Austrlia, sendo o seu filho Fernando GTZEN Iturbide (1992), herdeiro da famlia.

O Presidente Miguel ALEMN Valds (1900-1983), advogado, teve seu mandato de 01/12/1946-30/11/1952 e era de origem suo-alem.

O Presidente Vicente FOX Quesada (1942), administrador e empresrio, com mandato de 01/12/2000-30/11/2006, cuja famlia se radicou em 1915 no Mxico, oriunda dos Estados Unidos. Seu av paterno Jos Luis FOX FLACH nasceu nos Estados Unidos com o nome Joseph Louis FUCHS, sendo filho dos imigrantes catlicos alemes Louis FUCHS e Catherina Elisabetha FLACH. A famlia FUCHS trocou o seu nome para FOX depois de 1870, que foi uma traduo literal do idioma alemo para o ingls (raposa).


NICARGUA

Como ttere durante o regime dos Somozas, Ren SCHICK Gutirrez (1909-1966), advogado, descendente de suo-alemes, foi Presidente de 01/05/1963-03/08/1966.

Jos Enrique Bolaos GEYER (1928), engenheiro industrial, foi Vice-Presidente de 10/01/1997-10/01/2002 e Presidente de 10/01/2002-10/01/2007.


PANAM

O Vice-Presidente Dominador KAISER Bazn (1937-2006), engenheiro, exerceu o mandato de 01/09/1999-01/09/2004, de origem alem, veio a falecer em acidente.


PARAGUAI

Embora a imigrao europeia ao pas comeou relativamente tarde em 1870, os primeiros imigrantes alemes chegaram em 1881, foi o primeiro pas sulamericano a contar com um presidente de origem suo-alem. J em 1871 chegou ao pas o suo-alemo Santiago Otto SCHAERER. Era vivo e casou com a paraguaia Isabel de Vera y Aragn e em 02/12/1873 nasceu em Caazap Eduardo SCHAERER, que cedo se integrou na vida poltica paraguaia atravs do partido liberal, atuando como prefeito municipal de Asuncin e ministro do Interior. Eduardo SCHAERER Vera y Aragn (1873-1941), jornalista, eleito democraticamente, exerceu constitucionalmente a presidncia (15/08/1912-15/08/1916), tendo sido desde 1870 o primeiro presidente paraguaio a concluir o seu mandato. Os historiadores afirmam que ele herdou o carter suo de seu pai. O fato de que poucas dcadas aps o incio do processo da imigrao no Paraguai um filho de um imigrante foi eleito Presidente da Repblica, nico na Amrica Latina, um indcio do carter aberto do povo paraguaio.

Neste sentido tambm cabe referncia a outro filho de imigrante alemo (de Hof, Bavria) e me paraguaia, que teve ao destacada na histria recente do pas. Trata-se de Alfredo STROESSNER Matianda (1912-2006), general, que chegou ao poder mediante um golpe militar e aps 35 anos, com reeleies sucessivas, foi derrubado igualmente por um golpe militar (15/08/1954-03/02/1989). Como jovem oficial teve ao destacada na Guerra do Chaco. Independente da avaliao de seu longo governo, cabe mencionar que Stroessner sempre manifestou-se orgulhoso de sua origem alem.

Ainda, ngel Roberto SEIFART (1941), advogado, foi Vice-Presidente (15/08/1993-15/08/1998).


PERU

Somente consta o poltico Fernando SCHWALB Lpez Aldana (1916-2002), advogado, como Vice-Presidente (20/07/1980-28/07/1985), alem de exercer a funo de Presidente do Conselho de Ministros (chefe do governo) em 31/12/1963-15/09/1965 e de 03/01/1983-10/04/1984, acumulativo ao de vice-presidente.


REPBLICA DOMINICANA

Possivelmente Alejandro WOSS y Gil (1856-1932), advogado e general, filho de Carlos WOSS, foi o primeiro chefe de estado republicano de origem alem da Amrica Latina. Exerceu os cargos de Vice-Presidente de 01/09/1884-16/05/1885, de Presidente em 16/05/1885-06/01/1887 e num segundo mandato de 23/04/1903-24/11/1903.

O Presidente eleito Juan Emilio BOSCH Gavio (1909-2001), historiador e escritor, aps sete meses de governo (27/02/1963-25/09/1963), foi derrubado por um golpe militar, em virtude de seu governo de orientao esquerdista.

Depois de 37 anos sua sobrinha Milagros Maria Ortiz BOSCH (1936), advogada, foi eleita Vice-Presidente, de 16/08/2000-16/08/2004, tendo exercida interinamente em inmeras ocasies como nica mulher a presidncia de seu pas.


URUGUAI

Meados do sculo passado o pas abandonou o regime presidencial, sendo o poder exercido por um Conselho de Governo, cujo presidente por um ano exercia a funo rotativa de Presidente da Repblica. Assim, Carlos Lorenzo FISCHER Brusoni (1903-1969) exerceu a presidncia de 01/03/1958-01/03/1959. Alem deste, em outros anos integraram o Conselho de Governo os seguintes descendentes de alemes, Luis BRAUSE (1952-1955) e Alfredo Puig SPANGENBERG (1959-1963).


Em uma considerao final, constata-se que os numerosos nomes dos Chefes de Estado e de Governo da Amrica Latina de origem de imigrantes de lngua alem, representam um excepcional ndice da integrao dos descendentes dos imigrantes em suas ptrias e o exemplo inegvel de que se tornaram cidados leais.

Destaca-se que o mais jovem presidente foi o tenente-coronel Germn BUSCH Becerra que aos 33 anos assumiu o governo da Bolvia, mediante golpe militar. J Eduardo SCHAERER, foi eleito constitucionalmente como Presidente do Paraguai aos 39 anos.

Entre as profisses dos presidentes de origem alem na Amrica Latina predominam os advogados e militares, alias acompanhando a tradio latino-americana. Somente em perodos recentes encontramos em nmero mais reduzido engenheiros, mdicos e economistas.

Gostaria ainda mencionar o que Johann Wolfgang von Goethe teria escrito: Escrever a histria um modo de livrar-se do passado. No sabemos se estas palavras realmente foram pronunciadas por Goethe e, se verdadeiras, em que contexto. As retiramos de uma revista brasileira conceituada dedicada lnguas.

Cabem-nos algumas consideraes sobre o conceito que teria sido formulado por Goethe. Com toda a considerao e respeito que merece o grande escritor alemo e, ainda, eu no ter formao acadmica em histria, mas pelas caractersticas peculiares de nossa histria de imigrao e desenvolvimento de nossas comunidades de lngua alem na Amrica Latina, no posso concordar com a opinio de Goethe. Pode seguramente ser adequada para a histria de alguns pases e povos, cujo passado eles gostariam de esquecer e assim livrar-se do passado. Mas no o nosso caso. Ao contrrio, temos orgulho de todos os fatos histricos envolvendo a imigrao de nossos antepassados e do posterior desenvolvimento social, cultural e econmico de seus descendentes e sua integrao nos respectivos pases. Queremos e devemos manter vivo na memria de nossos filhos e netos estes feitos, para que mantenham o orgulho de seus antepassados e, principalmente, sigam com os mesmos ideais, adaptando-as modernidade.

Neste sentido, com a devida permisso de seu autor, transcrevo, em traduo livre, o que o Sr. Rodolfo Hepe, Vice-Presidente de FAAG, mencionou ao final de seu artigo sobre a realizao do IX CAAL, realizado com brilho no ano passado em Frutillar, Chile:

A direcionada escolha dos temas possibilita o necessrio aprendizado e conhecer das semelhanas histricas em todo o continente e s atravs estas conexes histricas podemos construir no futuro um trabalho cultural conjunto. Neste sentido tambm importante, que todos interessados nas tradies e costumes de nossos antepassados sejam includos. Nem todas as comunidades seja qual foi o motivo tiveram, ao longo do tempo, a possibilidade de manter contato estreito com os pases de origem, inclusive, no lhes foi permitido mante-lo. Porem a parte da lngua no dever ser nenhum impedimento; mais depende das atitudes e disposies.

Finalizando, como representativo da mentalidade dos imigrantes de lngua alem na Amrica Latina, apresento a citao de Karl ANWANDTER, no incio da imigrao alem no Chile, meados do sculo XIX, quando externou em 17 de novembro de 1850:

Seremos Chilenos honrados y laboriosos como el que ms l fuera. Unidos a las filas de nuestros nuevos compatriotas defenderemos nuestro pas adoptivo contra toda agresin extranjera con la decisin y la firmeza del hombre que defiende a su ptria, a su famlia y a sus intereses.

Ainda no comentado.