BREVE HISTÓRICO DOS RELATÓRIOS DOS ENCONTROS DE COMUNIDADES ALEMÃS DA AMÉRICA LATINA - CAAL

Nilo Franck

Nilo

30/09/15 - 12:45

PRIMEIRO – Realizado pela pró-uruguay, entidade de direito privado, sob a direção do SR PIETRO SANDRi POLY. As palestras foram realizadas no HOTEL RADISSON, no centro de Monte-vidéu, entre os dias 07 a 09 de novembro de 2003. Entre os palestrantes O PADRE OTTO BRAND, CAPELÃO DA COMUNIDADE CATÓLICA ALEMÃ NO URUGUAI, sobre os aspectos da imigração alemã no Uruguai, seguindo o SR RODOLFO HEPE, VICE-PRESIDENTE da FAAG, sobre a importância da imigração alemã para a ARGENTINA. JORGE GLOBIG – Presidente da FECAB, tratou dos CHEFES DE ESTADO latino-americanos de origem alemã. PROFESSORA DIANA MILLES DO COLÉGIO PERUANO-ALEMÃO ALEXANDER VOM HUMBOLDT de LIMA-PERU, sobre os 150 anos da presença alemã naquele país. JORNALISTA URSULA DORMIEN, Redatora Chefe do Seminário Brasil-Post, de SÃO PAULO, abrangente história da imprensa alemã no Brasil, No dia 08 de novembro SR KLAUS MILI VON METZEN, DA SOCIEDADE CULTURAL PAYSANDU, sobre as Colônias alemães ao norte do Uruguai; DR JAKOB WARKENTIN, da comunidade menonita e escola alemã no CHACO PARAGUAIO, abordando os colonos alemães no Paraguai, JOSÉ GAREIS, DA ASSOCIAÇÃO ARGENTINA DOS DESCENDENTES DE ALEMÃES DO VOLGA, relatando histórias deste segmento alemão. O SR DIRK BRINKMANN, DIRETOR DO INSTITUTO MARTIUS STADEN de SÃO PAULO, abordou o passado e o presente do Instituto. O EMPRESÁRIO OTTO SCHNEEWIND, da CÂMARA EQUATORIANA-ALEMÃ DE INDUSTRIA E COMÉRCIO DE QUITO, tratou da presença alemã no Equador; PASTOR HERMANN WOELKE REGEHR, da CONGREGAÇÃO EVANGÉLICA MENONITA DE MONTEVIDÉU, sobre a influência da comunidade menonita no Uruguai. O SENHOR JUAN SCHULZ, DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL GERMANO-ARGENTINA DE BARILOCHE, relatou sobre a imigração alemã na região de Bariloche; DR JORGE ERNESTO WELL, da UNIVERSIDADE AUSTRAL DE VALDÍVIA, abordou a imigração alemã no CHILE no período de 1849-1860; em seguida O HISTORIADOR GUILERMO ARRESE GODBERSEN, DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL PERUANA-ALEMÃ ‘LEOPOLDO KRAUSE’ DE CALLAO, com resumo dos livros sobre a imigração alemã no PERU; fechando o segundo dia a ESCRITORA MÔNICA GLÓRIA HOSS DE LE COMTE sobre os jesuítas alemães na ARGENTINA. O terceiro dia começou com a SRA SÔNIA KIRCHHEIMER, DA NOVA CONGREGAÇÃO ISRAELITA DE MONTEVIDÉU, sobre a imigração judaico-alemã; A HISTORIADORA MARINA HELENA SILVA, da UNIVERSÍDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA, sobre a importância daquele estado no processo da imigração alemã no Brasil, estabeleceu-se na COLONIA LEOPOLDINA, no ano de 1818. O SR LEOPOLDO JAHN MONTALBAN, DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL HUMBOLDT, CARACAS, abordou os alemães na VENEZUELA, com ênfase para a COLÔNIA TOVAR; Seguiu-se O SR HOLF FIEBIG-PRESIDENTE DA LIGA CHILENA ALEMÃ (DEUTSCH CHILENISCHER BIJND-DCB), de SANTIAGO, com a história da imigração alemã no CHILE; O PROFESSOR DIEGO MARCELO LASCANO, MONTEVIDÉU, apresentou, com fartas ilustrações o tema “NÁUFRAGOS ALEMÃES NO FIM DO MUNDO” a epopéia dos barcos de guerra alemães afundados na PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL NA COSTA DO CHILE; finalizando a SRA MARIA CECÍLIA GALLERO DE URFER-ARGENTINA, sobre a imigração alemã em MISiONES. Ainda falou o SR WOLFGANG HANS COLLINSCHONN DE LAJEADO, sobre a ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PESQUISADORES DE HISTÓRIA DAS COMUNIDADES TEUTO-BRASILEIRAS. Para o segundo CAAL candidataram-se respectivamente PORTO ALEGRE – RS e OSORNO, tendo a segunda vencido a disputa. O relatório do encontro foi preparado por JORGE WOLFGANG GLOBIG-Presidente da FECAB.

SEGUNDO – Se realizou em SANTIAGO DO CHILE entre os dias 01 a 03 de outubro de 2004, Participaram representantes de ARGENTINA, BRASIL, ECUADOR, PERÚ, URUGUAY, VENEZUELA E O CHILE. O local as instalações do COLEGIO ALEMÃO DE SANTIAGO. JORGE WOLFGANG GLOBIG, foi o primeiro expositor com o tema PRESENÇA ALEMÃ NO BRASIL, cujo tema abordou fatos de 1500 até os nossos dias; BRUNO SIEBERT, sobrinho do HISTORIADOR CHILENO EMIL HELD WINKLER, falou sobre os primeiros colonos alemãe no CHILE provenientes da ALEMANHA DO NORTE. Em seguida falou o CONSUL HONORÁRIO DE CUENCA, ATTO SCHNEEWIND sobre a importância da participação de habitantes de ascendência alemã, no desenvolvimento do EQUADOR. KERSTIN HUBER, falou sobre as importantes cooperação germano-sulamericana do INSTITITUO DE FORMACION PROFESIONAL “WILHELM VON HUMBOLDT”. LEOPOLDO JAHN encerrou o primeiro dia com um palestra sobre a comunidade alemã da VENEZUELA. A noite teve lugar uma noite de gala em ARAUCANIA uma das sete corporações de estudantes de CHILE. No segundo dia começou com uma exposição do ALCAIDE DE POZUZO CARLOS GSTIR Y DE NOTHBURGA SCHMIDT, falando sobre os primórdios da povoação da cidade onde claramente se distinguiam dois grupos: los prusianos y los austríacos. DIANA MILLIES UMA DAS PARTICIPANTES DE MONTEVIDÉU baseou sua palestra sobre escritos do PASTOR HEINRICH BUNGER, sobre o inícios das comunidades alemães de LIMA E CALLAU-PERU. DIEGO PORTALES DOCENTE NA RECONHECIDA UNIVERSIDADE PRIVADA NO CHILE, relatou que hoje em dia há uma educação mais eficiente para alunos que assistem aulas em escolas germano-chilenas. WALTER ECKEL DIRETOR DE HEIDELBERG CENTER PARA A AMÉRICA LATINA COM ASSENTO EM SANTIAGO DO CHILE, trouxe notícia importante sobre os estudantes que planejam estudar na cidade de HEIDELBERG/ALEMANHA, pode fazê-lo, oficialmente através de gestões em SANTIAGO DO CHILE. Encerrando a lista de palestrantes JOSÉ GAREIS relatou sobre a imigração alemã do VOLGA. Coube a LEOPOLDO JAHN propor como sede do TERCEIRO ENCONTRO a cidade de BLUMENAU/BRASIL, o que foi aceito. Houve visita a LIGA CHILENO-ALEMÃ, CAMARA DE COMÉRCIO CHILENO-ALEMÃ E CLUBE DESPORTIVO MANQUEHUE, E SANATÓRIO ALEMÃO E AO SEMINÁRIO CONDOR. O Relatório foi preparado por RODOLFO HEPE e por mim traduzido, do espanhol para o português NILO SÉRGIO FRANCK.

TERCEIRO - Em relatório apresentado por RODOLFO HEPE, ele destacou a tradicional hospitalidade brasileira por ocasião do TERCEIRO CAAL realizado em BLUMENAU/SC de 05 a 07 de outubro de 2005. O evento foi realizado no TEATRO CARLOS GOMES. Entre os palestrantes destacaram-se HANS PRAYON, CONSUL HONORÁRIO DA ALEMANHA EM BLUMENAU, com o tema ALEMANHA ABORDAGEM ECONÔMICA. Em seguida a SRA ROSWITHA ZIEL discorreu sobre a EVOLUÇÃO E REGIONALISMO DOS TRAJES e as variantes dos mesmos e a ocasião de vesti-los. O SR INGO PLOGER, falou a seguir sobre os ALEMÃES EM SÃO PAULO, sua palestra começa com o som de uma sirene de barco simulando a partida do PARAGUAZU, que trouxe em 1829 via SANTOS, os primeiros alemães a SANTO AMARO. ROBERTO COLIN foi embaixador e é SECRETÁRIO PARA RELAÇÕES INTERNACIONAIS DE SANTA CATARINA abordou o tema RELAÇÕES INTERNACIONAIS. Na parte da tarde aconteceu a viagem para POMERODE a cidade mais alemã do Brasil, onde os participantes fizeram um city tour e participaram de um maravilhoso CAFÉ COLONIAL. No segundo dia os participantes puderam assistir a uma conferência minuciosamente preparada por LEOPOLDO JAHN e ESTEBAN BOCARANDA BRAVO sobre a COLONIA TOVAR – VENEZUELA. Em seguida SILVIO ROCKENBACH, dissertou sobre NOVAS OPORTUNIDADES DE COMUNICAÇÃO E DE ACESSO AO APRENDIZADO DA LÍNGUA ALEMÃ. GERALDO KLEINE, discorreu sobre A CASA DA JUVENTUDE DE GRAMADO. ROLF FIEBIG falou a seguir sobre LIGA CHILENO-ALEMÃ sobre as funções e metas de sua entidade. GISELA WACHNITZ E TÂNIA WALS contaram uma BREVE HISTÓRIA DOS ALEMÃES EM MISIONES:DIFUSÃO ATUAL DA CULTURA E DO IDIOMA, SUA IMPORTÂNCIA E INCIDÊNCIA NA SOCIEDADE concentrando-se na cidade de ELDORADO. Pela primeira vez uma palestra sobre a COLOMBIA, de CARLOS LINDEMEYER, que versava sobre OS ALEMÃES NA COLÔMBIA a partir da segunda metade do século XIX. RODOLFO HEPE fez um relato do livro de sua autoria CRONICA SOBRE 50 ANOS DE HISTÓRIA, homenagem a FAAG FEDERACIONAL DE ASOCIACIONES ARGENTINO GERMANAS. Neste dia os participantes assistiram a abertura da OKTOBERFEST DE BLUMENAU a noite. No terceiro e último dia CRISTINA HUBE DA UNIVERSIDADE DIEGO PORTALES DE CHILE, falou sobre A SITUAÇÃO TRABALHISTA E SÓCIO DEMOGRÁFICA DE CHILENOS COM FORMAÇÃO E/OU APERFEIÇOAMENTO NA ALEMANHA. Encerrando o ciclo de palestras JOEL GUILHERME VELTEN DE DOMINGOS MARTINS-ES apresentou um filme OS ALEMÃES DO ESPÍRITO SANTO, uma colonização de pomeranos. Sobre os próximos encontros ficou definido o IV CAAL na cidade de PARANÁ/ARGENTINA e o V CAAL na COLONIA TOVAR – VENEZUELA. O relatório foi preparado por RODOLFO HEPE.

QUARTO – Realizado nas cercanias das Colônias alemães do VOLGA na Provincia de Entre Rios. Desde há muito que a FAAG e AADAV vem preparando como afinco para este encontro na cidade de Paraná, que teve lugar entre os dias 07 a 09 de setembro de 2006. O evento aconteceu no HOTEL MAYORAZGO. MONICA HOSS DE LE COMTE abriu a série de palestras do primeiro dia falando sobre JOHANN MORITZ RUDENDAS, o pintor viajero, seus quadros representam paisagens, pessoas e costumes o que equivale a um verdadeiro arquivo cultural. Em seguida falou a SR ROLANDO KEGLER o tema LOS ALEMANES EM MISIONES, título do livro do mesmo nome sobre os diversos grupos de imigrantes alemães dessa região. JULIO M. LUQUI LAGLEYZE especializado em temas marinhos falou sobre AS RELACIONES ENTRE LAS MARINAS ARGENTINA Y ALEMANA ENTRE 1900 Y 1945, ilustrada com fotografias. HANS SCHULZ falou sobre ARCHIVO DIGITAL DE FOTOS HISTÓRICAS DE FLIAS DE HABLA ALEMANO EM PATAGONIA arquivo este com fotos digitais das famílias alemãs que viveram naquela região. RENE SMITH abrindo o segundo bloco falou sobre LAS ESCUELAS DE FAMÍLIA EM LA COLONIAS ALEMANAS DE ENTRE RIOS, sua palestra estava voltada para as famílias adventistas. MARIA CECÍLIA GALLERO DE URFER em seguida falou sobre FRONTERAS DE IDENTIDAD ALEMANES-BRASILEÑOS EM MISIONES, sua exposição aborda o tema das fronteiras de um própria identidade dos teuto-brasileños em Misiones. DANIEL ALEJANDRO YOST abordou o tema SOCIEDAD DE CANTO HARMONIE, UMA HISTORIA DE INTEGRACION CULTURAL que ao longo de 130 anos tem uma crescente integração com a comunidade. Tema aliás de grande importância para o resgate da cultura a MÚSICA E O CANTO. HARTMUT ERICH HENTSCHEL com o tema DAS DEUTSCHLANDBILD DER ARGENTINIER, o tema aborda a imagem do alemães na ARGENTINA. O segundo dia começou com a palestra da SR CARLOS KOLL com o tema LABOR DESARROLLADA POR LA COMUNIDAD DE ESCUELAS, que foram aumentando sua capacidade de alunos a razão de 1000 por ano, falou ainda sobre a criação da FEDERAÇÃO MUNDIAL DE ESCOLAS ALEMÃS. JEROME SIEBERT fez um relato sobre passado, presente e futuro dos alemães russos na CALIFÓRNIA-EUA. A seguir falou a SRA CHRISTINE GLEISNER VERGARA do CHILE com o tema EL ARCHIVO EMILIO HELD WINKLER DE LA LIGA CHILENO-ALEMANA. Falou a seguir o PRESIDENTE DA FECAB JORGE WOLFGANG GLOBIG – BRASIL , seu tema AS INSTITUIÇÕES TEUTO-BRASILEIRAS DESDE O IMPERIO BRASILEIRO, e como nasceu no RIO GRANDE DO SUL a idéia de criar uma FEDERAÇÃO de todas essas instituições. Falou em seguida NILO SÉRGIO FRANCK com o tema PETRÓPOLIS E JUIZ DE FORA 148 ANOS DE INTERCAMBIO E COLONIZAÇÃO ALEMÃ ressaltando fatos sobre a residência de veraneio dos IMPERADORES DO BRASIL , há um interesse que uma das duas cidades seja a sede do VI CAAL para comemorar 150 anos de tal integração. Falou a seguir CARINA JUDITH VOLLAFAÑE seu tema LA MISION JUNKERS EM ARGENTINA. Seu tema aborda o desenvolvimento tecnológico dos aviões do SR HUGO JUNKERS. A seguir ESTEBAN J. BOCARANDA BRAVO DE VENEZUELA falou sobre o tema LA COLONIA TOVAR QUE QUEREMOS TENER, encerrando a série de palestras do período matutino do segundo dia. Na parte da tarde ELENA LEVIN falou sobre LA INMIGRACIÓN ALEMANA JUDIA A LA ARGENTINA 1933/39,tema aliás de seu livro sobre o assunto. GUILLERMO ARRESE GODBERSEN abordou o tema PROBLEMÁTICA DE LOS DESCENDIENTES ALEMANES EM EL PERÚ, manifestando sua incompreensão sobre o porque do não apoiamento da EMBAIXADA ALEMÃ daquele país apóie as iniciativas culturais realizadas naquele país. ALTAIR REINEHR – BRASIL falou sobre o TEMA TRADUÇÃO: PODE-SE TRADUZIR A IMAGEM, MAS NÃO O COLORIDO. No terceiro dia ANDREAS PREDIGER veio da Alemanha com o tema ICH TRÄUMTE IMMER IN BILDEM (UM SONHO ATRAVÉS DAS FIGURAS), seus quadros foram expostos no HALL DE ENTRADA DO HOTEL. OTTO CARLOS E. STOETZER falou sobre a figura de CARL CHRISTIAN FRIEDRICH KRAUSE Y SU INFLUENCIA EN HISPANO-AMÉRICA, suas idéias se conhece como KRASISMO. Em seguida LEOPOLDO JAHN MONTALBAN falou sobre EL ARCHIVO HISTÓRICO Y GENEALÓGICO DE LA COLONIA TOVAR-VENEZUELA, ele grande incentivador de que cada vez as pessoas participem dos encontros. REGULA ROHLAND DE LANGBEHN falou na parte da tarde sobre CATÁLOGO DE LOS LIBROS ALEMANES EDITADOS EM LA ARGENTINA, registrando cerca de 800 publicações. ARNO MUELLER falou sobre A INDÚSTRIA CERVEJEIRA NO RIO GRANDE DO SUL E A IMIGRAÇÃO ALEMÃ 1850-1946. Em seguida JUAN PLOCHER / GUILLERMO EICHELER falaram sobre HISTÓRIA DE UMA COMUNIDAD DE ALEMANES – MONTE CARLO. No último dia LEONOR KÜLN falou sobre LA UNIDAD DOMESTICA DE LOS IMIGRANTES ALEMANES-BRASILENOS EM MISIONES narrando o valor que os teuto-brasileiros dão e transmitem a seus descendentes a propriedade da terra. RENE KRÜGER falou sobre LA SABIDURIA POPULAR DE LOS ALEMANES DE RUSIA sobre o processo de adaptação dos alemães do VOLGA ao espanhol. JOSÉ O. JENNERICH BIANCO falou sobre o PASSADO, PRESENTE Y FUTURO DE LOS ALEMANES EM ESPERANZA Y LA REGION com exibição de um filme sobre os 150 anos da cidade de ESPERANZA. DIETRICH ANGERSTEIN-CHILE uniformizado de bombeiro relatou sobre as COMPANIAS ALEMANAS DE BOMBEIROS EM CHILE. DANIEL BEROS falou sobre UM HOGAR PARA LOS SIN TIERRA (HEIMAT FÜR HEIMATIOSE). GISELA NORMA WACHNITZ falou sobre CULTURA Y LENGUA ALEMANA EM TIEMPOS DE LA COLONIA MISIONES HOY, abordando o tema em seus aspectos históricos e atuais. JOSÉ GAREIS contou emocionado LA HISTORIA DE LOS ALEMANES DEL VOLGA (DOCUMENTAL) através de um vídeo Da COLOMBIA CARLOS LINDENMEYER Y GUILLERMO RUBIO VOLLERT enviaram material sobre a presença alemã no caribe colombiano entre 1880 y 1927. Finalmente ESTEBAN BOCARANDA Y LEOPOLDO JAHN apresentaram oficialmente a candidatura de TOVAR-VENEZUELA para o V CAAL. Existe possibilidades de JUIZ DE FORA E PETRÓPOLIS sediarem o VI CAAL e POZUZO no PERU o VII CAAL, o que mostra os encontros estão presentes no calendário de atividades anuais. RODOLFO HEPE escreveu o presente relatório.

QUINTO – De 06 a 12 de novembro de 2007, realizou-se em COLONIA TOVAR na VENEZUELA o V CAAL , localizada a 60 km de CARACAS, em zona montanhosa é um dos principais centros turísticos do país. Durante o encontro a comunidade inteira da COLONIA TOVAR envolveu-se intensamente com as atividades programadas. Os palestrantes brasileiros foram NILO SÉRGIO FRANCK , JUIZ DE FORA E PETRÓPOLIS – 149 ANOS DE INTEGRAÇÃO E COLONIZAÇÃO ALEMÃ. ALTAIR REINHR – O PLURILINGUÍSMO NO MUNDO DE HOJE e JORGE WOLFGANG GLOBIG – HERANÇA CULTRUAL ALEMÃ NO BRASIL, municípios com menos analfabetos e LAURO MULLER – O PRECURSOR MODERNO DA INTEGRAÇÃO DA AMÉRICA LATINA. Os temas apresentados pelos palestrantes da ARGENTINA abordaram as INSTITUIÇÕES DE ORIGEM ALEMÃ NO NOVO SÉCULO – RODOLFO HEPE; RESUMO HISTÓRICO DA CHEGADA DOS ALEMÃES NA PAMPA CENTRAL – ALEJANDRA OSTERDAG e IMAGENS E TRILHAS ALEMÃS EM MONTECARLO – MISIONES JUAN PLOCHER; Pelo CHILE – OS COLÉGIOS ALEMÃES NO CHILE:UM SÍMBOLO DE QUALIDADE – JÜRGEN HOLZHAUER e a IMIGRAÇÃO ALEMÃ NO SUL DO CHILE- CRISTINA GLEISNER VERGARA; pelo PARAGUAI – IMIGRAÇÃO-COMPLEMENTAÇÃO CULTURAL E ECONÔMICA – INTEGRAÇÃO – ALFREDO BACHMANN; pelo PERU – POZUZO ATRAVÉS DE SUA HISTÓRIA, RUMO AOS 150 ANOS DE FUNDAÇÃO AUSTRÍACA-ALEMÃ – WILFREDO LAURA CONTRERAS, e POZUZO – DESTINO TURÍSTICO DO PERU – NOTHBURGA SCHMIDT e pela VENEZUELA ASSOCIAÇÃO CULTURAL HUMBOLDT – EUGÊNIO HERNANDEZ BRETON, OA JOKILLI – ESPÍRITO DO CARNAVAL UMA VERDADEIRA MESCLA DE DUAS CULTURAS – ÉRIKA SUHR DE MUTTACH; O ALEMÃO COLONIERO – HAIDY COLLIN; EL JARILLO – UM POVOADO DE ORIGEM ALEMÃ COM VOCAÇÃO AGRÍCOLA – GERMAN GERIK; LITERATURA ORAL DA COLONIA TOVAR – JERONIMO ALAYON GÓMEZ – ARQUIVO HISTÓRICO E GENEALÓGICO PROFESSOR DR CONRAD KOCH – ALEXANDRA COLLIN; UNEFA E EDUCAÇÃO – RAMON GUERRERO; CAVENAL – 52 DE INTEGRAÇÃO DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA ENTRE VENEZUELA E ALEMANHA – ARNO ERDMANN; AS MANIFESTAÇÕES MUSICAIS NA COLÔNIA TOVAR – GREGÓRIO KANZLER BLANCO – SOBRE O INVENTÁRIO DE PETROGLIFOS DA COLÔNIA TOVAR – PETER LEISTNER E ISABEL JAHN; AVAS – ASSOCIAÇÃO VENEZUELANA-ALEMÃ DE SOCORRO – 165 ANOS ESTENDENDO A MÃO ONDE MAIS FAZ FALTA – CLÁUDIA SIERICH; e O DESENVOLVIMENTO URBANO E ARQUITETÔNICO DE COLÔNIA TOVAR – REYMAR BARRIOS. Na sessão de encerramento ainda foram apresentadas pelo SR NILO FRANCK informações sobre JUIZ DE FORA e PETRÓPOLIS, com uma mensagem do PREFEITO MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA, convidando a todos a participarem do VI CAAL, a realizar-se de 03 a 05 de setembro de 2008, constando já toda a programação básica estabelecida. O Presidente da FECAB, JORGE GLOBIG, apresentou a pré-candidatura de JOINVILLE para sediar o VIII CAAL, ressaltando que esta é a maior cidade catarinense e apresenta uma excelente capacidade de organização do evento.O presente relatório foi preparado por JORGE WOLFGANG GLOBIG.

SEXTO – O evento marcou as comemorações dos l50 anos da imigração germânica em Juiz de Fora. O relatório completo acha-se publicado no site WWW.franckalemao.com.br

SÉTIMO – Realizado na cidade de Pozuzo no período de 07 a 09 de outubro de 2009, dentro das comemorações dos 150 anos da imigração austro-alemã ao Perú. No dia 07 as 0900 horas aconteceu a solenidade de abertura com hasteamento das bandeiras ALEMANHA, ÁUSTRIA, UNIÃO EUROPEIA, PERÚ E POZUZO, com participação de escoltas das instituições educativas de Pozuzo, abrilhantado pela BANDA SINFÔNICA DA FORÇA AÉREA PERUANA; das 11 as 13 horas PALESTRAS ARGENTINA na Sala Multiusos de Prusia. Após o almoço as 15 horas aconteceu no mesmo local bloco de Palestras do Brasil; as 1645 horas abertura da FEIRA DE PRODUTOS AGROINDUSTRIAIS, ARTESANAIS, GASTRONÔMICOS E TURÍSTICOS DE POZUZO e região além de EXPOSIÇÕES FOTOGRÁFICAS. As 1715 horas PALESTRAS SOBRE O CHILE e amostra do DOCUMENTÁRIO POZUZO DE LA ODISEA DEL AYER A LA REALIDAD DE HOY com duração de 60 minutos autor AGUSTIN EGG SCHULER. No dia 08 de outubro pela manhã das 0830 as 1030 horas bloco de palestras de ARGENTINA E BRASIL; Das 11 as 13 horas bloco de palestras ALEMANHA/PERU; 15 horas bloco de palestras AUSTRIA, e difusão do documentário DAS ERBE DER AUSWANDERER-TIROLER IN PERÚ (LA HERENCIA DE LOS INMIGRANTES TIROLESES EM PERÚ, produzido pelo ESTUDIO PENN DE SUDTIROL com duração de 50 minutos. Após estas palestras houve uma solenidade de hasteamento de bandeiras dos países participantes do encontro e um desfile de carros alegóricos e a tradicional festa costumbrista DIA DEL COLONO a cargo da ASSOCIAÇÃO DE HISTÓRIA Y CULTURA DE POZUZO, CLUB CULTURAL DE PRUSIA, SANTA ROSA, e as 1930 horas grande festival de danças nacionais e latinoamericanas. Dia 09 das 0830 as 10 horas Bloco de palestras da VENEZUELA, das 1030 as 1130 horas apresentação do DVD INMIGRACIÓN TIROLESA EM CHILE – 150 ANOS DE FRUTILLAR-2006 CHILE e solicitação da pré-candidatura dessa cidade para o IX CAAL no ano de 2011 em seguida apresentação da candidatura de VIII CAAL por parte de JOINVILLE-BRASIL.Ao final do ENCONTRO houve a divulgação de um relatório de conclusões sobre os eventos já realizados e algumas pequenas modificações foram sugeridas, uma delas a denominação do evento ENCUENTRO DE COMUNIDADES DE HABLA ALEMANA DE AMÉRICA LATINA, para incluir os descendentes de austríacos e suíços. Sugeriram também a formação de um diretório com o nome de ASSOCIAÇÃO DE COMUNIDADES ALEMANHAS com mandato de dois anos, criar um registro de palestras já realizadas para que não se repitam, continuo relacionamento entre as colônias e cidades e estimular a participação de jovens nos encontros, e outras proposições.

OITAVO – Realizado nas cidades de JOINVILLE E SÃO BENTO DO SUL – SC, as palestras em JOINVILLE-SC foram realizadas no TEATRO JUAREZ MACHADO , no dia 11, pois no dia 10 tivemos a inauguração DO CENTRO CULTURAL DEUTSCHE-SCHULE.Sobre este encontro O INSTITUTO CARL HOEPCKE publicou um livro denominado. ANAIS DO VIII ENCONTRO DAS COMUNIDADES DE LÍNGUA ALEMÃ DA AMÉRICA LATINA E III ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE A IMIGRAÇÃO ALEMÃ; OS VALES DO RIOS CACHOEIRA E SÃO BENTO – história, língua e cultura, Entre os palestrantes tivemos APOLINÁRIO TERNES – O POVOAMENTO DA REGIÃO NORTEDE SANTA CATARINA EM MEADOS DO SÉCULO XIX, ao final de sua palestra ele assim se expressa, “...Mesmo que o número final de alemães vindos para o Brasil surpreenda, não se pode deixar de admirar ainda mais a contribuição daquele pequeno contingente para o desenvolvimento do país.”, depois DILNEY CUNHA – IMIGRANTES SUIÇOS EM JOINVILLE; MEMÓRIAS IDENTIDADES E FRONTEIRAS ÉTNICAS, historiador e professor nascido em Joinville. Narra os sofrimentos e as conquistas desse valoroso contingente de imigrantes; depois O PASTOR ARMINDO L. MÜLLER de NOVA FRIBURGO-RJ – OS PRIMEIROS IMIGRANTES SUÍÇOS E ALEMÃES NO BRASIL 1819-1824, os suíços entre 1819 a 1820, e os alemães que chegaram a NOVA FRIBURGO em 03 de maio de 1824; a seguir NEYSE DE AGUIAR LIOY – COLONIZACION GERMÂNICA EM PETRÓPOLIS –RJ contando a história da imigração alemã para esta cidade serrana do Estado do Rio viajaram em 13 navios e mais de 2.000 passageiros. A seguir HAIDY COLLIN – RESCATE DEL PATRIMONIO INMATERIAL DE LA COLONIA TOVAR IDIOMA ALEMÁNICO VARIANTE COLONIA TOVAR Y JOROPO COLONIERO – VENEZUELA, em sua conclusão ela escreve: “ ...L uego de más de uma década de trabajo, actualmente comienza a existir La preocupacion por el rescate cultural, incluso personas no vinculadas familiarmente a COLONIA TOVAR, han manifestado interes por aprender El idioma py conocer la cultura local. “. A seguir WILMAR ANDERLE – IMPORTÂNCIA DA IMIGRAÇÃO ALEMÃ NO MODELO DE INDUSTRIALIZAÇÃO DE JOINVILLE, na sua palestra ele relata que das maiores empresas da cidade, 11 foram retiradas de uma relação feita para a revista AMANHÃ, entre as 500 maiores empresas do sul do Brasil e ele faz a pergunta. Quem são seus fundadores? Noventa e um por cento dessas empresas foram fundadas por imigrantes alemães, seus filhos e netos. A seguir ECKHARD E. KUPFER - HISTÓRIA ORAL E NOVAS TÉCNICAS DE DIFUSÃO CULTURA, A EXPERIÊNCIA DO INSTITUTO MARTIUS STADEN DE SÃO PAULO, a Palestra procurou mostrar um projeto voltado para a questão da identidade, uma das preocupações principais no campo de estudo sobre vida e cultura dos imigrantes e seus descendentes. A seguir ROQUE JUNGBLUT – PORTO NOVO UMA COLÔNIA PARA ALEMÃES CATÓLICOS, a palestra aborda o tema QUE TIPO DE GENTE VEIO OCUPAR A REGIÃO QUE HOJE CORRESPONDE AOS MUNICÍPIOS DE ITAPIRANGA –SÃO JOÃO DO OESTE E TUNÁPOLIS, municípios situados no oeste catarinense que fazem divisa com a ARGENTINA e com o estado do RIO GRANDE DO SUL. A seguir JOSÉ CARLOS HEINEMANN – POMERANOS NO PARAÍSO, o texto aborda a vinda dos pomeranos para a região de JARAGUÁ DO SUL onde hoje está localizado o PARQUE DA MALWEE. Encerrando o primeiro dia ouvimos RAIMUNDO JOSÉ BERNARDES – A NOVA MÚSICA ANTIGA DE JOINVILLE – a palestra é resultante de uma pesquisa de música feita no Arquivo Histórico de Joinville. Foram pesquisadas centenas de músicas que compreendem o período de 1905 a 1942. Finalizando o dia foi realizado o FORUM DOS COORDENADORES DOS CAALS, na ocasião foi confirmada a realização do IX CAAL EM FRUTILLAR NO CHILE, o X CAAL EM BUENOS AIRES sob o patrocínio da FAAG e apresentada a candidatura de SÃO PAULO para o XI CAAL sob os auspícios do INSTITUTO MARTIUS STADEN.No dia 12 de novembro a comitiva deslocou-se para SÃO BENTO DO SUL, e fomos muito bem recebidos pela comunidade local O ciclo de palestras foi iniciado por PEDRO MACHADO DE BITENCOURT – A CULTURA GERMÂNICA NA HISTÓRIA DE SÃO BENTO DO SUL, o palestrante falou sobre a imigração germânica às margens do RIO SÃO BENTO, a 23 de setembro de 1873, num total de 70 famílias. A seguir ANTONIO DIAS MAFRA – O IMIGRANTE GERMÂNICO E A INDÚSTRIA MOVELEIRA EM SÃO BENTO DO SUL E REGIÃO. Entre os imigrantes havia pessoas que eram artesãos e pessoas que trabalhavam com madeiras, o ferro e o barro. Esses imigrantes vendiam móveis, mas não em unidades fabris. Em 1923 surgiu a MÓVEIS ZIPPERER, em 1925 a WEIHERMANN e em 1938 a RUDNICK e assim por diante. A seguir JOSÉ KORMANN – FATOS PITORESCOS DA IMIGRAÇÃO ALEMÃ EM SÃO BENTO DO SUL E REGIÃO; A seguir MÁRCIO BROSOWSKY – O IMIGRANTE GERMÂNICO E A MÚSICA relata as sociedades germânicas de música que foram criadas ao longo do tempo, destacando-se SOCIEDADE DE CANTORES 25 DE JULHO – 129 ANOS, SOCIEDADE LITERÁRIA – 129 ANOS – SOCIEDADE DE ATIRADORES 23 DE SETEMBRO – 125 ANOS, CORAL LUTERANO – 111 ANOS E BANDA TREML – 97 ANOS. A seguir FLÁVIO LUIZ SEIBT – IMIGRAÇÃO BOÊMIA NO RIO GRANDE DO SUL, o palestrante é fundador do MUSEU DE VENÂNCIO AIRES e falou sobre a imigração no MUNICÍPIO GAÚCHO, destacando os imigrantes da região de REICHENBERG hoje LIBERECE e GABLONZ, hoje JABLONEC, A seguir falou NILO SÉRGIO FRANCK – O SITE FRANCKALEMAO.COM.BR SUA IMPORTANCIA PARA A HISTÓRIA DOS ENCONTROS DE COMUNIDADES ALEMÃS DA AMÉRICA LATINA , apresentou aos presentes o site prometido com palestras do VI CAAL realizado em JUIZ DE FORA – MG. A seguir GISELA NORMA WACHNITZ – CULTURA ALEMÃ EM MISSIONES NOS DIAS DE HOJE falando sobre o ensino do idioma alemão na província de MISIONES-ARGENTINA. O encontro foi encerrado com a apresentação da BANDA MUNICIPAL EMILI LUPI GALLARDO DE FRUTILLAR-CHILEe jantar dançante com a BANDA TREML. Eu NILO SÉRGIO FRANCK escrevi este relatório.

NONO – Realizado na cidade de FRUTILLAR-CHILE e retrata a COLONIZAÇÃO ALEMÃ en EL LAGO LLANQUIHUE. Uma bela revista foi distribuída a todos os participantes e nela há um artigo sobre a fundação de FRUTILLAR. O primeiro parágrafo da matéria diz o seguinte: “ Arribaron a PUERTO MONTT El 27 de septiembre de 1856, com El velero “grasbrook” 43 famílias com 181 personas y El dia siguiente com El velero ‘caesar & helene” otras 50 com 224 personas, entre famílias tirolesas que llegaron a CHILE, habiéndose radicado temporalmente em SILEIA junto AL resto de los 427 compatriotas expulsados de su pátria por fé luterana”. Também tem uma matéria muito interessante intitulada LA ESCUELA DE LOS ALEMANES Y SU IDIOMA, e outras intituladas MUSEO COLONIAL ALEMÁN DE FRUTILLAR, CLUB ALEMÁN DE FRUTILLAR, LA IGLESIA LUTERANA DE FRUTILLAR, LA IGLESIA CATÓLICA DE FRUTILLAR, EL MÄNNECHOR, primer coro masculino de FRUTILLAR em 1906, e um belo artigo homenageando ARTURO JUNGE – GENIO Y ALMA INMORTAL DE LAS SEMANAS MUSICALES DE FRUTILLAR. No dia 02 de novembro de 2011 no GIMNASIO DEL INSTITUTO ALEMÁN DE FRUTILLAR aconteceu o primeiro dia de palestras a partir das 1500 HORAS, a primeira delas HANS-RUEDI SCHENKEL – SUIZOS EM LA “SUIZA CHILENA”, a seguir HERBERT POPPEN: 50 ÄNOS DA ASOC AUSTRÍACA EN CHILE; DR HELMUT STAMPFER: LOS TIROLESES DEL SUR – UMA MINORIA DE LENGUA ALEMANA EN EL NORTE DE ITALIA; a seguir TONI JOCHEM : LA VISIBILIDAD ÉTNICA DE LOS INMIGRANTES DEL HUNSRÜCK EN SANTA CATARINA-BRASIL; DRA MIGDÁLIA CASTILLO/ERIKA ISABEL MALADONADO SUHR: LA COLONIA TOVAR Y SU JOKILI; em seguida PEDRO MACHADO DE BITENCOURT/ MÁRCIO BROSOWSKY – EL INMIGRANTE ALEMÁN Y LA MÚSICA DEL ESTADO DE SANTA CATARINA/BRASIL DEL SUR; e em seguida para finalizar o dia CARINA JUDITH VILLAFANË – LA MISIÓN JUNKERS. Encerrando as festividades CONCIERTO DE LA BANDA MUNICIPAL “EMÍLIO LUPPI GALLARDO” EM LA TERRAZA EXTERIOR DEL TEATRO DEL LAGO. No dia 03 de novembro VISITA AL MONUMENTO DE LOS COLONOS EM TOTORAL; PASEO POR LA CIUDAD DE PUERTO VARAS, PASEO AL VOLCÁN OSORNO, visita a LOS SALTOS DE PETROHUÉ.No dia 04 de novembro ALTAIR REINEHR – LA OBRA COLONIZADORA DEL INGENIERO ALEMÁN KARL KULMEY EN EL SUR DE BRASIL; DR PABLO ALEJANDRO RANITZSCH:ULRICO SCHMIDL Y LA PRIMERA FUNDACIÓN DE BUENOS AIRES, depois JOEL GULHERME VELTEN – PELÍCULA DE EDUARDO LERINA “PASADO / PRESENTE-BRASIL; a seguir JOSÉ HEINEMANN; VIAJE A POMERANIA; WILFREDO LAURA: 150 ANOS DE POZUZO ATRAVÉS DE LA FOTOGRAFIA; DR JORGE WEIL:LA COLONIZACION ALEMANA Y LA FUNDACIÓN DE FRUTILLAR EM 1856 HASTA NUESTROS DIAS. Na parte da tarde visita oficial ao MUSEU COLONIAL ALEMÁN DE FRUTILLAR; neste dia a noite aconteceu o FORUM DE COORDENADORES DEL CAAL; No dia 05 de novembro CULTO EM LA TORILERKAPELLE, visita AL CEMENTÉRIO (TUMBA DE LOS COLONOS TIROLESES), EXPOSICIÓN DE FLORES DE LOS CLUBES DE JARDINES DE PUERTO VARAS, LLANQUIHUE, PURRANQUE Y FRUTILLAR. Apresentação da palestra sobre o X- CAAL BUENOS AIRES 2012, e encerramento do IX CAAL. Ainda nos dias subseqüentes houve programações das comemorações dos 150 anos da imigração. EU NILO SÉRGIO FRANCK preparei este breve relatório, homenageando de forma singela ao amigo PROFESSOR KLAUS WEIDINGER grade entusiasta e que muito trabalhou e viajou para que este encontro acontecesse com grande sucesso.

DÉCIMO – Realizado de 20 a 23 de setembro em BUENOS AIRES-ARGENTINA, sob os auspícios da FAAG-FEDERACION DE ASOCIACIONES ARGENTINO-GERMANAS, sob a coordenação do grande amigo RODOLFO HEPE-CLUB DE REMO TEUTONIA. No primeiro dia as palestras foram realizadas na SOCIEDAD ALEMANA DE GIMNASIA – OLIVOS. A primeira palestra foi feita pelo DR RENÉ KRÜGER – DIGITALIZACION DE LA REVISTA ARGENTINISCHER VOLKSFREUND; em seguida SR ALTAIR REINHER –TRABALHOS PIONEIROS DE DOIS MÉDICOS ALEMÃES EM COMUNIDADES INTERIORANAS, o prof ALTAIR é de MARAVILHA-SC; em seguida SRA LEONOR KUHN – ENSENANZA DEL IDIOMA ALEMÁN EM MISIONES DESDE INÍCIOS DEL SIGLO XX; Após o café o ciclo de palestras foi reiniciado pelo SR RAUL PULS – APELIDOS ALEMANES, ORIGEN E SIGNIFICADO; em seguida JORGE WOLFGANG GLOBIG – PRESIDENTE DA FECAB/BRASIL, - CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DE ORIGEM ALEMÃ NA AMÉRICA LATINA; em seguida MARCELO GODOY – PROYECTOS DE MUSEOS COOPERACION A NÍVEL SUDAMERICANO e por fim REGULA ROHLAND – CENTRO DE DOCUMENTACION. Na parte da tarde as palestras foram reiniciadas pela SRA ISABEL KESSLER – ALEMANES DEL VOLGA:PASADO, PRESENTE, FUTURO; ROQUE JUNGBLUT – ABRASILEIRAMENTO OU NACIONALIZAÇÃO DOS IMIGRANTES ALEMÃES – 1817 – 1985; Em seguida SRA GISELA WACHNITZ – ANTEPASADOS EM MISIONES INVESTIGACIÓN DE ALUMNOS; falou em seguida o SR ECKHARD KUPFER – IMIGRAÇÃO ALEMÃ EM SÃO PAULO; em seguida DR CLAUDIO GAEBLER – HERMANDAD DE BUENOS AIRES Y BERLIN e terminando o ciclo de palestras o SR ECKHARD KUPFER falou da realização do XI CAAL em SÃO PAULO/BRASIL o dia se encerrou com um debate entre representações de jornais de língua alemã da AMÉRICA DO SUL. No segundo no SALÃO SAN MARTIN – LEGISLATURA foi feita a abertura oficial do encontro com várias autoridades presentes entre elas SR BERNHARD GRAF VON WALDERSEE – EMBAIXADOR DA ALEMANHA NA ARGENTINA, DR ROBERT ZISCHG – EMBAIXADOR DA ÁUSTRIA NA ARGENTINA e o SR JOHANNES MATYASSY – EMBAIXADOR DA SUIÇA NA ARGENTINA. No terceiro dia as palestras foram realizadas em JUVENTUD DEL SUD – TEMPERLEY, e foram iniciadas pelo SR HANS SCHUTZ – MANDATO PATERNO, VISTA CRÍTICA, em seguida NILO SÉRGIO FRANCK – A PRIMEIRA ESTRADA DE RODAGEM DO BRASIL; em seguida SRA ANA BECKER – SUABOS DEL DANUBIO EM ARGENTINA; falou em seguida o jovem RAFAEL HENSEL – TREZE TÍLIAS (EL TIROL DE BRASIL) e fechando o ciclo de palestras do encontro SR GULLERMO REGNIER – LA EOPOPEYA DEL GRAF SPEE Y SU IMPRONTA EN LA ARGENTINA. No dia 23 houve em CULTO ECUMÊNICO celebrado pelo PADRE LUIS SCHERER E PASTORA SONIA SKUPCH e um almoço de despedida. Eu NILO SÉRGIO FRANCK preparei este breve relatório saudando especialmente ao amigo RODOLFO HEPE.

DÉCIMO-PRIMEIRO – Este encontro foi realizado entre os dias 25 a 28 de setembro de 2013 no CLUB TRANSATLÂNTICO na DEUTSCHES HAUS (CENTRO EMPRESARIAL TRANSATLÂNTICO) , em Santo Amaro – SÃO PAULO. No primeiro dia o primeiro ciclo de palestras foi feito para falar sobre o tema NECESSIDADE DA LÍNGUA ALEMÃ e falaram os SENHORES BURKHARD P. OST – COLÉGIO HUMBOLDT – SÃO PAULO, MATTIAS HOLTMANN – COLÉGIO PORTO SEGURO – SÃO PAULO E THOMAS GÖDEL – GOETHE INSTITUT – SÃO PAULO. Após o café falou o SR ALFRIED PLÖGER seu tema EXPERIENCIAIS EM UMA ESCOLA DE ORIGEM ALEMÃ; em seguida KLAUS WILHELM LEGE – IDIOMA ALEMÃO VALORES DAS NAÇÕES UNIDAS – VIRTUDES. Na parte da tarde INTERCÂMBIO DE OPINIÕES E COOPERAÇÃO ENTRE AS COMUNIDADES DE LÍNGUA ALEMÃ, falaram respectivamente a DRA CELESTE RIBEIRO DE SOUZA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO E BRUNO GABRIEL WITZEL DE SOUSA DE RIO CLARO SÃO PAULO. No último bloco de palestras o tema INTERCÂMBIO DE IDEIAS SOBRE A GESTÃO MODERNA DE ASSOCIAÇÕES neste bloco HANNY HELENA MASSON FRANCK DE JUIZ DE FORA-MG, DALVA NEUMANN KEIM DE TEÓFILO OTONI – MG, SOLANGE HAMESTER JOHANN AUS SANTA MARIA DO HERVAL – RIO GRANDE DO SUL, e por último NILO SÉRGIO FRANCK – sobre MUSEU DE PERCURSO DA ESTRADA UNIÃO E INDUSTRIA. No segundo dia pela manhã houve um painel de debates sobre as ASSOCIAÇÕES DE LINGUA ALEMÃ, falando respectivamente FLÁVIO SEIBT sobre o MUSEU DE VENÂNCIO AIRES NO RIO GRANDE DO SUL, PROF REGULA ROHLAND LANGBEHN DE BUENOS AIRES E DANIELA ROTHFUSS – MARTIUS STADEN – SÃO PAULO. Após o café o tema MEDIDAS EXEMPLARES DE ASSOCIAÇÕES E INSTITUIÇÕES DE LINGUA ALEMÃ EM 2012/13 falaram KARLHEINZ POHLMANN do HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ , KLAUS BEHRENS DKOC UM DEUTSCHER HILFSVEREIN, JOSÉ HENRIQUE DO PRADO FAY E THOMAS POLISATIS – DHV. Ao final KLAUS WEIDINGER DE FRUTILLAR CHILE SCHULLEITER SVEN PETERS IFPA COLÉGIO HUMBOLDT E MARTIN GEBHARDT, ABTEILUNGSLEITER BERUFSBILDUNG AHK DE SÃO PAULO. A tarde programa de visitas. Eu NILO SÉRGIO FRANCK preparei este pequeno relatório.

Ainda não comentado.